24 Mai, 2009 16:16

Os 10 mandamentos para obter a licença de desenvolvedor da Apple e publicar na App Store

Por Quintana

Para aqueles que desejam obter o santo Graal desenvolvendo para a App Store, escrevemos, abaixo, os 10 mandamentos que aprendemos depois de dar muita cabeçada atrás dele.

10 Mandamentos para se tornar um desenvolvedor oficial para iPhone

1 - Não serás impaciente: Espere períodos indeterminados para aprovação da sua aplicação e dos seus contratos. O nosso contrato de desenvolvimento de apps gratuitas esperou de 20 de janeiro até 20 de maio na fila, é mole?

2 - Não colocarás acento, til ou c-cedilha no nome da sua empresa: Colocamos e olha como ficou nosso nome, só depois de muito ligar pra Apple é que conseguimos mudar o "õ" pra "o" e o "ç" pra "c".

C cedilha e Til não rolam

3 - Tentarás acessar o iTunes Connect assim que obtiveres a licença de desenvolvedor: Depois de obter a licença, desenvolvemos nosso aplicativo completo e quando fomos colocar na App Store, recebemos o erro: Apple ID does not have permission to access iTunes Connect (saiba mais). A solução: ligar pra Apple.

4 - Ligarás para a Apple usando o Skype: Depois de fazer muiiito DDI, descobrimos que é possível ligar para a Apple, no número 18006332152, gratuitamente usando o Skype. Basta ter uma boa conexão à Internet e esperar uns 10 minutos na linha até alguém te atender.

5 - Enviarás uma aplicação o mais rápido possível para a Apple: Eles colocam o seu contrato com prioridade baixa até você enviar uma aplicação e esta ser aprovada, ficando Pending contract (saiba mais). Confira esse trecho de um email recebido da Apple que confirma isso: "However, if you have an approved app waiting to go live, your contract setup will be prioritized to get your app in the App Store as quickly as possible":

App Pending Contract

6 - Não enviarás email para devcontracts@apple.com: Esse é o email "oficial" da Apple para tratar as questões contratuais - enviamos dezenas de emails para lá e nunca foram respondidos. O pior é que a Apple nos força a cair nessa pegadinha mandando respostas como "Please contact devcontracts@apple.com with this inquiry regarding your contracts." Ao invés deste email, siga o link ‘Contact Us’ no iTunes Connect. O ‘devprograms’ deverá lhe assistir no processo.

7 - Não enviarás fax para 408-974-9105: Desesperados após não receber resposta do devcontracts@apple.com, partimos para o fax. Esse é o número "oficial" do devContracts - nunca fomos respondidos.

8 - Enviarás o W8-BEN e Banking Info assim que conseguir a licença de desenvolvedor: Não deixe para submeter os dados do seu contrato pago para a última hora (quando o aplicativo estiver pronto) - ele demora meses para ser aprovado. Também achamos que existe uma relação entre o contrato gratuito (Free Applications Contract) e o pago, pois o nosso gratuito ficou meses pra ser aprovado e só foi quando submetemos o pago.

Contratos pendendo infinitamente

9 - Pagarás 30% de imposto para o governo norte-americano: As aplicações pagas que são vendidas para os EUA pagam, além de todos os impostos do Brasil e dos 30% da Apple, 30% para os EUA (pelo menos as Pessoas Jurídicas). É isso mesmo, não existe acordo para evitar a duplicidade no pagamento desse imposto entre o Brasil e os Estados Unidos. O pior é que grande parte dos brasileiros não compra pela App Store do Brasil, mas sim pela Americana, devido à questão de não termos a seção de jogos aqui.

10 - Para obter uma licença in-house, arrume um endereço nos EUA: Pois é... essa não teve jeito, quando precisamos de uma licença para desenvolvimento in-house (de US$ 299) para nosso primeiro projeto para iPhone, tentamos por mais de 5 meses, mas só conseguimos quando nosso cliente usou os dados da sede norte-americana. Para esse contrato, eles pedem dados que só as empresas de lá possuem. UPDATE: Para obter uma licença in-house, arrume um número DUNS: Entenda melhor, lendo o nosso post mais recente sobre a licença In-house.